sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Passarinho




Às vezes penso como passarinho
Vejo as coisas do alto
Quase toco as nuvens
E roço a cabeça nas asas dos anjos

Às vezes não sou bem um pássaro
Mas voo alto até os cumes
E me deixo cair sem pousar
Em estrépito ao chão

2 comentários:



  1. "...às vezes perde-se das asas!"

    :o(

    ResponderExcluir
  2. Pensava que era a única. (a me estrepar...) :)
    Bjim
    Etel Borges Reia

    ResponderExcluir