sexta-feira, 4 de junho de 2010

ET

Às vezes penso que se me concentrar bem, suficientemente bem, com muita intensidade e boa vontade, a ponta do meu indicador vai acender... To tentando, ainda não consegui, mas sei que deste mundo não sou.

34 comentários:

  1. Hahaha

    Bem vindo ao mundo dos que não são deste mundo!


    (:

    ResponderExcluir
  2. Flor,
    Seu dedo já acendeu? Eu to me empenhando nisso! (rs...)
    Beeeeeeijo.

    ResponderExcluir
  3. Caro Ivan,

    De poeta, "menino do dedo verde", E.T. e "chupa-cabra", todos nós temos um pouco.

    (he he he)

    AL-Braços
    AL-Chaer

    ResponderExcluir
  4. Eu sabia que te conhecia de algum lugar!!!!! KKKK

    ResponderExcluir
  5. Alberto,
    Você desenterrou "o menino do dedo verde" das minhas lembranças. Li este livro! Nossa! (rs...) Chupa cabra? Eu não! (rs...)
    Al-braços pra você também.

    ResponderExcluir
  6. Patrícia,
    Então eu não estava enganado, é você! (rs...)
    Beijos, moça.

    ResponderExcluir
  7. Meu bem-humorado Ivan!

    Bem vindo ao clube dos que não são daqui e não são de ninguém, espero mesmo é que este teu dedo iluminado produza muitos textos inspiradores e nos faça sorrir como este agora..

    Bjs!

    ResponderExcluir


  8. tEnTa poETa atEnTo!

    TE mETe ←--→ e TEm ET

    Abraços!

    ResponderExcluir
  9. Rs, sua anormalidade deve ser outra, continue procurando, eu às vezes acho, às vezes "desacho", rs.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  10. Ivan, não é heresia!

    Somos todos ETs , no meu caso não vou tentar acender o dedo, se escolhesse uma função, seria a do filme: "minha noiva é extra terrestre" onde com o indicador ela lê vários livros em frações de segundos. Lê e assimila.

    Se conseguir acender me avise.

    Bem vindo ao admirável mundo novo.

    Beijos

    Mirze

    ResponderExcluir
  11. Rebeca e Jota Cê,
    Que boa visita, sejam bem vindos, venham mais, sigam, comentem, que as ideias trocadas são sempre mais gostosas.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  12. Ester,
    Que bom que gostou. Se "manifESTER" sempre por aqui.
    Esse meu dedo acende qualquer hora, daí fotografo e posto. Você vai ver. (rs...)
    Beijo grande.

    ResponderExcluir
  13. Grande Tonho,
    To tEnTando, poETicamente ou não, mas tEnTando. Sempre criativo! Bom, isso. Ajuda a inspirar. Inspiração é algo contagioso, acho isso ótimo!
    Grande abraço de ET.

    ResponderExcluir
  14. Oi, Lara.
    Minha anormalidade deve ser outra? (rs...) Qual seria? O dedo eu tenho convicção de que uma hora acende, ah, acende. (rs...)
    Beijo grande, bella.

    ResponderExcluir
  15. Mirze,
    Não é heresia, mas é ironia. É que nos meus marcadores às vezes as duas coisas estão juntas, então criei um marcador só.
    Você também é uma ET? Que legal! Mas eu acho que não somos todos (no mundo) ETs, não. O pessoal desse planeta aqui, de forma geral, é estranho, se autodestrói, até, é insensível, mecânico. Os ETs são um tanto diferente. Que bom encontrar mais tantos ETs por aqui.
    Ah, e sua função seria bem interessante. Não me lembrava disso, mas o dedo aceso também pode ajudar a ler à noite sem luminária, né? (rs...) To tentando, te aviso assim que conseguir.
    Beijo grande, menina.

    ResponderExcluir
  16. Ivan,

    Esse negócio de acender o dedo foi engraçado...ahahaha. Lembrei do filme, bem naquela hora que ele diz: "E.T, minha casa.." Acho que todo mundo procura um mundo diferente dentro do íntimo.

    Espero não perder contato, viu?

    Maravilhoso sábado.

    Rebeca

    -

    ResponderExcluir
  17. Rebeca,
    A cena a que você se refere é quando ele quer ligar pra casa, certo? Em inglês ele diz "ET phone home" repetidamente.
    Essa busca ocorre, acho eu, com todo mundo que pensa um pouco mais, mesmo.
    Bom te ter por aqui.
    Beijo grande.

    ResponderExcluir
  18. Vivi,
    Até que enfim você aqui no blog, que bom. Leia bastante, comente e fique horrorizada com as heresias. (rs...) Não é um lugar muito amigável pra religiosos convictos. Advertência feita. (rs...)
    Beeeeeeijo.

    ResponderExcluir
  19. eu já vi por pelo menos algumas vezes seu dedo brilhando...acho que o negócio é a não concentração!...os poderes vem de dentro e de casa!...
    beeeeijo!

    ResponderExcluir
  20. Aline,
    Você já viu a ponta do meu indicador acesa? Quando? Como? Onde? Por que não me contou pra eu olhar também?
    Beeeeeeeeeeijo.

    ResponderExcluir
  21. Hauau! Adorei isso! Eu "conheço" algumas pessoas que tem luz nas pontas dos dedos... Fernando Pessoa serve? auhahauh

    abraços

    Gostei muito

    ResponderExcluir
  22. Guilherme,
    Fernando Pessoa também era dessa turma? Puts. Sabia que ele não me era estranho! (rs...)
    Abraços, volte sempre, siga.

    ResponderExcluir
  23. mas isso é tão humano... se a palavra brilha, a alma brilha e a ponta do dedo com certeza... beijo, ivan.

    ResponderExcluir
  24. Nydia,
    To olhando pra ponta dele (o dedo) agora, mas depois que li seu poema lá nas suas longitudes, estou mais concentrado é no brilho remanescente do por do sol, ainda aqui.
    Beijo grande.

    ResponderExcluir
  25. Meu dedo não acende... embora minha cebeça seja desproporcional e o meus pensamentos idem, minha pele tenha uma textura estranha e meu coração tenha uma vida à parte de mim. Ah, fato não menos curioso é que minha linguagem tbém é um tanto esquisita. Será que eu sou ET?

    Bju

    ResponderExcluir
  26. Sabiana,
    Que bom você por aqui. Ah, e pelo que li, acho que você é ET, sim. Fique olhando atentamente pra ponta do dedo indicador, quem sabe? Eu to tentando com afinco. (rs...)
    Beijo grande.

    ResponderExcluir
  27. hahaha,

    ivan! nenhum poeta o é!


    beijos!

    ResponderExcluir
  28. Betina, você também é ETéia? (rs...) To vendo que tenho boas companhias.
    Beijo grande.

    ResponderExcluir
  29. Adorei seu perfil, vontade de ler mais. E aqui estou. Bem, te digo para assistir Coração de Tinta, que talvez descubra esse segredo. VAI LÁ... BEIJOSSSSSS

    ResponderExcluir
  30. Apesar de patriota (risos),
    nem eu, por vezes,
    sinto-me deste mundo...

    Beijo,
    doce de lira

    ResponderExcluir
  31. Renata,
    E por acaso onde você comprou ou ganhou sua lira? Por aqui é que não foi!
    Beeeeeijo.

    ResponderExcluir