terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Hoje é dor

Hoje tá difícil de segurar a onda... tá foda
Hoje é saudade, é dor, é solidão
E certo tom de desespero, ainda que contido.

Hoje é vontade de retroceder, ceder,
Avançar sedento no passado...
E o choro corre solto, e o soluço vai junto.

Hoje é ontem em cada pensamento
Hoje é ontem em cada sentimento

No perfume que sinto sem cheirar,
No tato que experimento sem tocar.

E a dor vai dando facadas, vai sangrando,
E o coração sofre, bate e, mais, apanha.

Saudade, saudade, santa maldade!
O que fazer? Apenas engolir em seco e sorrir amarelo...

Hoje é certo o desespero, hoje é pranto.
Hoje ao redor me falta encanto.

4 comentários: