domingo, 2 de abril de 2017

Vira latas

Sou bicho vira latas
Cão sem raça
De pele curtida

Alma sentida
Cabelo ao vento
E rabo entre as pernas

Olhar que busca
Olho que brilha
Encontro de mim

Onde ser vira latas
É ter raça nenhuma
E ter todas as raças

sábado, 1 de abril de 2017

De lá

Das ágoras que agora sangro
Das mesmas teias que teço ao tato
Dos mesmos gritos que grito a ecoar

    De lá vem a dor e o bálsamo
    De lá vem o que é e o que não é

O que deixa ser e o que deixa de ser
De lá vem as entranhas, os humores
Os medos, as coragens, vitórias e rancores

    De lá vem a cor e a matiz
    De lá vem o som e o silêncio

Parto em busca de estrada a andar
Parar é opção descartada apesar do cansaço
Correr é desnecessário... andar

    Para onde vem a ode e o odor
    De lá que vem o ódio e o amor

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

Então






Uma pessoa
com certezas demais
é uma pessoa incerta.

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

Religiões... reles legiões...

sábado, 28 de janeiro de 2017

Ilusão





E o olhar das pessoas, que não sabem ver destroços, pousa onde pensam ver obra inteira, intacta. Ilusão de ótica!

quinta-feira, 19 de janeiro de 2017







Sagrado é aquilo que cada um acredita ser verdade, embora não precise ser verdade (e muitas vezes não é). O sagrado é, portanto, via de regra, a mentira adotada e confortável para si.

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Um quê...





Havia paredes vazias repletas de quadros brancos e um ser invisível a observá-los com olhar distante. Havia um nada em tudo, um quase nada em quase tudo, um quê de sei lá como.

quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

É ruim também...

Me choca pensar em pessoas que não se emocionam com a pureza, a simplicidade, a música, a vida assim...

É ruim...

Acho muito ruim quando as pessoas deixam de ser gente e viram profissões... É triste isso, e tão comum, tão raro gente permanecer gente.

terça-feira, 20 de setembro de 2016

Ahhh schhh...

E às vezes, quando mais preciso de gritar, as palavras me somem por completo, me calo, emudeço, engulo seco, engasgo e sinto o incômodo silêncio das palavras não ditas.